PROPOSTA DE AUMENTO 2019

De uma forma global, relativamente à proposta de aumento salarial para 2019, entendemos que as empresas continuam a fazer um jogo que pode tornar-se letal no médio prazo uma vez que a contenção ano após ano do poder de compra dos trabalhadores tem um impacto significativo nas opções socioeconómicas dos mesmos. Manter a solidez financeira das empresas usando constantemente opções desiguais nos destinatários aonde se aplicam os seus ‘superavits’ e no recurso a uma limitação regular dos salários reais dos trabalhadores, são factores de desequilíbrio num ambiente empresarial que se pretende saudável. Quando é o caso, os dividendos de cada empresa não devem continuar a ser construídos, também, com base nos cortes conseguidos na massa salarial. Uma consolidação orçamental baseada em parâmetros desajustados tem uma repercussão que vai para além da injustiça salarial.

Neste sentido o SINERGIA-Sindicato da Energia entende que estão reunidas as condições para propor, à negociação, um aumento da tabela salarial e demais matérias de expressão pecuniária, em 2019, no valor de 3,2%. As propostas apresentadas são complementadas com detalhes suplementares de benefícios com carácter social. Venham as negociações, porque do diálogo construtivo sairá algo digno para as partes!